terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Regência de alguns verbos

Alguns verbos costumam provocar dúvidas de regência porque seu uso popular se encontra em desacordo com a norma padrão ou porque possuem mais de um sentido e, portanto, mais de uma regência. Seguem alguns deles:


Adentrar

O verbo adentrar é transitivo direto, portanto pede objeto direto:

Exemplos:
Ele adentrou a casa.
Nós chegamos e adentramos o salão.
O time adentrou o campo de jogo.

O verbo adentrar é também, em alguns casos, pronominal, mas esses casos são menos frequentes:

Exemplos:
O povo adentrou-se na casa.
Adentramo-nos no salão.

Observe, assim, que a regência do verbo adentrar é diferente da regência do verbo "entrar".
Dizemos: Ele entrou na casa, mas jamais adentrou na casa, porque o objeto tem de ser direto.
Ele adentrou a casa.


Agradar

1- No sentido de "acariciar"(transitivo direto):
O pai agradou o filho.

2- No sentido de "cair no agrado" (transitivo indireto):
A peça agradou ao público.


Aspirar

1- No sentido de "respirar" (transitivo direto):
Em São Paulo, aspira-se ar poluído.

2- No sentido de "desejar" (transitivo indireto):
Aspiro ao cargo de diretor.


Assistir

1- No sentido de "acompanhar" ou "ajudar" (transitivo direto/indireto):
O médico assistiu o doente/ O médico assistiu ao doente.

2 - No sentido de "ver" (transitivo indireto):
Você assitiu a esse filme?

3- No sentido de "pertencer" (transitivo indireto):
É um direito que assiste a você.

4- No sentido de "residir" (intransitivo):
Assisto em São Paulo.


Chamar

1- No sentido de "convocar/mandar vir" (transitivo direto):
Chamou os jogadores.

Nesse caso admite-se também a construção preposicionada:
Chamou pelos jogadores.

2- No sentido de "dar nome/qualificar" (transitivo direto/indireto):
Chamei Fernando de tolo.
Chamei Fernando tolo.
Chamei a Fernando de tolo.
Chamei a Fernando tolo.


Chegar

1- Verbos que indicam movimento devem ser empregados com a preposição "a" e não "em":
Chegamos a São Paulo.
Iremos ao banco.

2 - A preposição "em" é usada para indicar tempo:
Chegaremos em dez dias.


Comunicar

No sentido de "tornar público":

1- Transitivo direto para coisas:
Comunicou sua decisão aos colegas.

2- Transitivo indireto para pessoas:
Comunicou-lhes sua decisão.


Custar

No sentido de ser "difícil" (transitivo indireto):
Custou ao aluno entender a lição.
Não lhe custa nada.


Esquecer/Lembrar

1- Quando não pronominais (transitivo direto):
Ele esqueceu o caderno.
Ela lembrou tudo.

2- Quando pronominais (transitivo indireto):
Esqueceu-se do caderno.
Lembrou-me do ocorrido.


Extorquir

1- Transitivo direto para coisas:
Os detetives extorquiram o segredo do ladrão.

2- Transitivo indireto para pessoas:
Os policiais extorquiram cem reais do motorista.


Implicar

1- No sentido de "acarretar" (transitivo direto):
Tal atitude implicará sua demissão.

2- No sentido de "demonstrar antipatia" (transitivo indireto):
Os meninos implicaram com ele.


Informar/Avisar/Certificar/Notificar/Previnir/ Cientificar

Admite duas construções:
1- Informei a nota ao aluno. (transitivo direto/indireto)

2- Informei o aluno sobre a nota. (transitivo indireto)


Ir

Deve ser empregado com as preposições "a" ou "para":

Vou ao banheiro.
Vou para a Alemanha.


Namorar

Não pede preposição (transitivo direto):
Gabriela namora Flávio.


Obedecer/Desobedecer

Exige complemento com a preposição "a":
O filho obedece ao pai.
Ele desobedeceu às leis.


Pagar/Perdoar

1- Transitivo direto para coisas:
Paguei o livro.
Perdoei a grosseria.

2- Transitivo indireto para pessoas:
Paguei ao livreiro.
Perdoei ao pecador.


Preferir

Esse verbo exige (transitivo direto/indireto):
Prefiro estudar a trabalhar.
Preferia cinema a teatro.


Proceder

1- No sentido de "origem" (transitivo indireto):
Essa palavra procede do latim.

2- No sentido de "realizar" (transitivo indireto), usa-se a preposição "a":
O exército procedeu ao ataque.

3- No sentido de "comportamento" (intransitivo):
Proceda com cuidado.

4- No sentido de "ter fundamentos" (intransitivo):
Aqueles boatos não procediam.


Querer

1- No sentido de "estimar" (transitivo indireto):
Quero muito a minha irmã.
Quero-lhe muito.

2- No sentido de "desejar algo" (transitivo direto):
Quero isso.


Simpatizar/Antipatizar

Exige a preposição "com" (transitivo indireto):
Simpatizo com aquele rapaz.


Ser

Não se deve empregar o verbo ser seguido de preposição "em":
Somos 30 alunos nessa classe (ERRADO: Somos em 30 nessa classe).


Solicitar

Admite mais de uma construção como verbo (transitivo direto/indireto):

1- Solicitei as informações ao guarda.

2- Solicitei-lhes as informações.

3-Solicitei-o em minha sala.


Visar

1- No sentido de "mirar" (transitivo direto):
Ele visou o alvo.

2- No sentido de "dar visto" (transitivo direto):
Ele visou o relatório.

3- No sentido de "ter por objetivo" (transitivo indireto):
Visava ao cargo de presidente.

2 comentários: